Aos seis dias do mês de fevereiro do ano de dois mil e seis, às quatorze horas, no PALÁCIO DUQUE DE CAXIAS, localizado na cidade do RIO DE JANEIRO, reuniram-se os Oficiais Generais do Exército Brasileiro ARGUS FAGUNDES OURIQUE MOREIRA, WALDIMIR PIRRO E LONGO, LUIZ WILSON MARQUES DAUDT, DILSON CORRÊA DE SÁ E BENEVIDES, ANTONIO JORGE DA CRUZ SCHENDEL e WALDEMIR CRISTINO RÔMULO, que abnegadamente decidiram fundar e colocar em pleno funcionamento a FUNDAÇÃO DE APOIO À PESQUISA, DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO – EXÉRCITO BRASILEIRO (FAPEB).

Os Oficiais Generais instituidores, inobstante ao fato de se tratar a FAPEB de pessoa jurídica de direito privado, submeteram a Minuta do Estatuto ao Comando do Exército Brasileiro, tendo sido APROVADA. A dotação inicial, necessária à constituição da Fundação, foi efetivada pela doação dos instituidores.

Participaram também, da sessão de criação da FAPEB, o General JOSÉ RICARDO KÜMMEL e o Tenente-Coronel ALEXANDRE CARVALHO DE ARAÚJO, que colaboraram para a instituição da Fundação.Aprovada a criação da FAPEB pela Promotoria do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, a Fundação passou a funcionar instalada em dependências do Centro Tecnológico do Exército (CTEx), sob a presidência do General DILSON CORRÊA DE SÁ E BENEVIDES.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *